• Baja TT Rota do Douro


    26 e 27 de Setembro de 2014
  • Baja TT Idanha-a-Nova


    12 e 13 de Setembro de 2014
  • Baja TT Oleiros / Proença / Mação


    27 e 28 de Junho de 2014
  • Baja Terras de Alcoutim


    31 de Maio e 1 de Junho de 2014
  • Vinhos Ervideira Rali TT


    25 e 26 de Abril de 2014

domingo, 1 de março de 2015

Alexandre Franco no CNTT de BMW Série 1 Proto

A próxima temporada do Campeonato Nacional de Todo o Terreno vai marcar uma nova etapa para a Scuderia Goldentrans/DURA, com a dupla Alexandre Franco/Rui Franco a ascender agora à Categoria T1, competindo com um BMW Série 1 Proto, numa temporada em que a equipa alenquerense vai ainda defender o título Ibérico de Todo o Terreno.

 Campeã Nacional da Categoria T2 e vencedora da Taça Ibérica de Todo o Terreno, a dupla de Alenquer dá agora um importante passo na sua carreira, passando a militar na principal categoria do Nacional de Todo o Terreno, naquele que se espera venha a ser a mais competitiva temporada nacional dos últimos anos.

 Para Alexandre Franco, esta aposta no BMW Série 1 Proto e na ascensão à Categoria T1 “é sem dúvida um importante passo na nossa carreira. Os bons resultados obtidos nos últimos dois anos fizeram com que a nosssa vontade por encarar um novo desafio aumentasse, assim como a responsabilidade de não desiludir quem continua a apostar em nós. Entraremos com a missão inicial de aprender o carro e de o ir evoluindo em termos de afinações à nossa medida para termos a confiança que atingimos no T2. Quando o conseguirmos, acredito que terão que contar connosco, pelo que estamos optimistas e ao mesmo tempo bastante ansiosos pelo começo da temporada”. 

Depois da conquista da Taça Ibérica de Todo o Terreno em 2014, a dupla da Scuderia Goldentrans/DURA renova a aposta na competição, mas nas provas espanholas ainda vai marcar presença com a Nissan Navara T2.

 Segundo o piloto, a conquista da Taça Ibérica de Todo o Terreno “foi bastante importante e gratificante. O resultado de 2014 acabou por ser um pouco surpreendente, pois não fazia parte do nosso projecto desportivo, assim como poderia não estar de novo este ano, mas a vontade dos nossos patrocinadores e o facto de podermos correr com a nossa Nissan Navara T2 em Espanha e termos o BMW Série 1 Proto para as provas do Nacional, fazem com que estas duas competições sejam possiveis de fazer parte do nosso projecto para este ano, pelo que no próximo fim-de-semana esperamos começar já a defender o título conquistado no ano passado”. 

A temporada para a Scuderia Goldentrans/DURA arranca já no próximo fim-de-semana, com Alexandre e Rui Franco a tomarem parte na Baja TT de Lorca, prova inaugural da Taça Ibérica de Todo o Terreno.

Mário Patrão de KTM no Dakar 2016

Piloto português participará na totalidade do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno e em provas do “Mundial” de Ralis em 2015 

Mário Patrão assinou pela KTM Portugal passando a integrar um projeto de três anos com vista às participações nos Rali Dakar de 2016, 2017 e 2018. O piloto português, sete vezes Campeão Nacional de Todo-o-Terreno consecutivas, fecha assim um ciclo de oito anos com a anterior marca, a Suzuki, com a qual participou nas últimas três edições do Rali Dakar.

 No plano desportivo de Mário Patrão mantém-se a participação na totalidade do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, com início já nos próximos dias 14 e 15 de março em Góis. Também algumas jornadas do “Mundial” de Ralis Todo-o-Terreno tomam posição na agenda do piloto senense em 2015.

  “Estou muito satisfeito com esta mudança, a KTM traz-nos as garantias de poder ser mais competitivo numa prova como o Rali Dakar e é, sobretudo, esse o motivo deste novo acordo. A experiência dos últimos três anos com a Suzuki no Dakar foi enriquecedora mas não suficiente para poder impor as capacidades de lutarmos por mais e melhor. Chegou a hora de procurar novos horizontes e estou certo que a KTM, pelo historial vencedor que contempla, é a escolha certa. Tenho a agradecer ao importador KTM para Portugal, a Jetmar, bem como ao concessionário MotoBrioso pela oportunidade”, admitiu o piloto de Seia, que uma vez mais terá a instituição financeira Crédito Agrícola como main sponsor.

 Apostado em garantir melhores condições para a aposta no Todo-o-Terreno internacional, nomeadamente na maior prova de Todo-o-Terreno do mundo, o Rali Dakar, Mário Patrão chegou a acordo com o importador para Portugal da marca dominadora das últimas quinze edições do Rali Dakar, a Jetmar.

  “A Jetmar está muito contente com a contratação de Mário Patrão, desde há dois anos que temos estado em conversações e chegou o momento de avançarmos para os próximos três anos com o objetivo de sermos Campeões Nacionais de Todo-o-Terreno e também de avançar para o programa Dakar 2016, 2017 e 2018 com o Mário Patrao. Portugal tem dos melhores pilotos de TT em duas rodas do mundo, onde já existia o Ruben Faria nas fileiras da KTM, vindo agora o Mário Patrão enriquecer as nossas hostes. A KTM é uma marca que domina, entre outras disciplinas, o TT mundial, tendo vencido as últimas quinze edições do Dakar. Na edição de 2015, sete dos dez primeiros estiveram pintados de laranja”, referiu Francisco Pita, responsável pela importação da KTM para Portugal.

 Também nesta contratação fica associado o concessionário da marca austríaca MotoBrioso, do Fundão, que irá juntamente com a casa-mãe apoiar o “hexa” Campeão Nacional de Todo-o-Terreno Mário Patrão.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Rui Sousa à conquista de Espanha

A Prolama Competição vai assinalar o início da temporada 2015 com a presença de Rui Sousa na primeira prova do Campeonato de Espanha de Ralis Todo-o-Terreno, dias 6,7 e 8 de Março no Rali TT Tierras Altas de Lorca. O piloto da Prolama vai alinhar aos comandos da ISUZU New D-Max, de forma a rodar em condição de corrida e assim preparar a participação em Reguengos de Monsaraz. 

Esperando a chegada de um novo motor para a D-Max, Rui Sousa quer lutar por um lugar no pódio e assim lançar as bases para uma participação assídua em Espanha, conforme o próprio referiu; “…delineamos um programa diferente do nosso habitual e esta primeira participação em Espanha pode ser catalisadora para uma época de renascimento do nosso projecto. Vamos participar para validar algumas alterações que fizemos no carro, mas continuamos a aguardar um novo motor que deve ser estreado na próxima prova, por isso quero aproveitar para perceber onde estamos inseridos neste campeonato que começa de novo a mostrar vitalidade e se tudo correr como eu espero podemos lançar as bases de um ano activo no Campeonato de Espanha…” concluiu Rui Sousa, que defenderá as côres da Prolama/Cepsa.

 A Prolama levará ainda até Espanha os irmãos Alexandre e Rui Franco, que vão utilizar a sua Nissan Pick-Up Navara T2 com que venceram o Campeonato português e Ibérico de TT o ano passado. “…estamos focados no Nacional, mas enquanto este não arranca decidimos voltar a Espanha e dar inicio ao nosso projecto com a Scuderia Goldentrans/Dura em Lorca na categoria T2 e com um carro que conhecemos bem. O ano passado gostamos muito de competir em Espanha que tem um nível muito bom no agrupamento, por isso queremos disfrutar e ganhar ritmo para o desfio que vamos ter no Nacional, este ano noutra categoria…” concluiu o piloto de Alenquer

 Ainda em Lorca estará o Evoque CATTIVA, assistido pela Equipa de Vila Nova da Rainha, pilotado por um piloto espanhol, mais um cunho internacional que a Equipa vem alimentando ao longo dos anos.

 O Rally TT Tierras Altas de Lorca tem inicio dia 6 de Março, sexta-feira com a partida simbólica no centro da cidade, seguindo-se no Sábado um prologo de 5 Km durante a manhã. De tarde os concorrentes vão cumprir um primeiro sector selectivo de 240 Km, que será repetido domingo (dia8) de manhã.

 Pelas 15 Horas a distribuição de prémios dá por encerrada a primeira prova do Campeonato de Espanha.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Helder Oliveira de regresso ao Campeonato

Piloto de Barcelos vai pilotar uma Nissan Navara Off Road … 
… e fará equipa com Nuno Rodrigues da Silva 

Helder Oliveira está de regresso ao Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. O piloto de Barcelos assegurou, para esta temporada de 2015, a Nissan Navara Off Road que é propriedade de Paulo Graça e com o apoio operacional da MRacing propõe-se disputar as seis provas incluídas este ano no calendário oficial.

 O piloto de Barcelos será acompanhado, neste seu regresso às lides do campeonato, por Nuno Rodrigues da Silva, o experiente navegador que já o acompanhou, em 2014, na experiência pontual feita aos comandos do Depieres Proto de duas rodas motrizes.

 Hélder Oliveira tem sido ao longo da sua carreira um piloto extremamente rápido e consistente e que continua muito motivado para tentar chegar à vitória absoluta numa prova do CNTT conquista que ainda falta no seu currículo.

“Estou muito satisfeito pelo facto de esta oportunidade ter surgido e muito tenho nesse aspeto a agradecer ao Paulo Graça. A Nissan Navara é uma excelente máquina, que já por diversas vezes tive a oportunidade de pilotar e estou certo de que, com o apoio da MRacing, continuará a ser muito competitiva. O meu objetivo é fazer as seis provas mas, de momento, ainda não posso confirmar a participação em todo o campeonato. Garantida está cerca de meia temporada pelo que estamos a trabalhar no sentido de arranjar os apoios para cumprirmos a sua totalidade”, salienta Helder Oliveira.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Miguel Barbosa conquista “Capacete de Ouro"

Troféu premeia conquista do título nacional de velocidade

O Campeão Nacional de Velocidade foi distinguido com o prémio “Piloto Nacional 2014” na 12ª edição da iniciativa “Capacetes de Ouro”.

 Na iniciativa, que tem como promotor o semanário Auto Hoje, foi homenageado o excelente desempenho da dupla de pilotos do BP Ultimate Vodafone Team na conquista do título nacional de velocidade pelo que o “Capacete de Ouro” foi partilhado por Miguel Barbosa e José Pedro Fontes. 

Miguel Barbosa que, em 2014, juntou este título aos seis que já anteriormente tinha conquistado no todo-o-terreno e ainda ao Campeonato de Portugal de GT alcançado em 2011 salientou que “foi com enorme orgulho que o José Pedro Fontes e eu recebemos este prémio que não é mais do que o reconhecimento pelo nosso trabalho desenvolvido ao longo do último ano. É muito gratificante sentir que a nossa competitividade, persistência e dedicação foram reconhecidos” e acrescenta: “Tal como nos três anos anteriores também em 2014 fiz equipa com o José Pedro Fontes. Juntos formámos uma parceria de sucesso que nos levou à conquista do título de campeões nacionais, por isso, partilhar este prémio com o meu companheiro é para mim uma honra e tem, sem dúvida, um sabor muito especial”.

 De notar que os troféus “Capacete de Ouro” pretendem premiar o desempenho de equipas, pilotos, instituições e marcas que se destacaram na temporada 2014 do desporto automóvel, abrangendo as várias modalidades: ralis, karting, todo-o-terreno, e velocidade.

 Para além do prémio “Piloto Nacional”, foram ainda distinguidas mais quatro categorias: Prémio de Mérito Desportivo, Prémio Jovem Esperança, Piloto Revelação e prémio Piloto Internacional que foram atribuídos pela redação do Auto Hoje.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

MINI All4 Racing alcança pódio na primeira prova da Taça do mundo

- Vladimir Vasilyev finishes second in Russia 

- Erik van Loon comes fifth 

Just a month after the Dakar, the cross-country rally calendar featured the next event: the Northern Forest – Baja Russia, round one of the 2015 FIA Cross Country Rally World Cup, held from 20th to 22nd February. At the end of three days and with 326 kilometres contested, the Russian pairing Vladimir Vasilyev / Konstantin Zhiltsov took their MINI ALL4 Racing to second position, with the Dutchmen Erik van Loon and Wouter Rosegaar coming fifth.

 Following the prologue, Vasilyev was the second to start into the second special stage and held a position among the front-runners right from the start. But with 100 kilometres contested, the Russian hit a rock with a front wheel. Due to having to change the wheel he lost several minutes and finished fifth on Saturday. In the third and final special stage on Sunday, Vasilyev once again really went for it and clinched second place, thus working his way up in the overall rankings to finish second.

 For Van Loon it was the first event on ice and snow. Therefore, he needed some time for familiarising himself with the conditions and finished seventh, on Saturday. On Sunday, however, the Dutchman made good use of the experiences gathered on the previous day and took his MINI ALL4 Racing to fourth place. In the end, he made it to fifth position in the Northern Forest – Baja Russia. 

The organisers of the Northern Forest – Baja Russia had moved the event further to the north to make for lower temperatures but just as in 2014, the rally took place at temperatures above 0° C and so, the snow was extremely wet and slippery. An anything but easy task for the competitors as even spikes didn’t provide the grip and traction they needed.

  “The Sunday went really well for the MINI ALL4 Racing crews,” said X-raid GmbH CEO Sven Quandt. “It’s a pity that Vladimir hit the rock on Saturday, as this incident probably cost him the win. Meanwhile, Erik contested his first event on ice and snow and delivered in really fine style. You really could see the massive step forward he made from Saturday to Sunday."

 Baja Russia Overall rankings with all the three stages contested:

1st SUOMINEN / NASMAN – Toyota – 3h 37m 10s
2nd VASILYEV / ZHILTSOV – MINI ALL4 Racing – 3h 38m 17s
3rd VARELA / GUGELMIN – Toyota – 3h 44m 27s
4th ZAPLETAL / MARTON – H3 – 3h 49m 11s
5th VAN LOON / ROSEGAAR – MINI ALL4 Racing – 3h 50m 38s

domingo, 22 de fevereiro de 2015

OVERDRIVE RACING’S SUOMINEN AND NASMAN MISS OUT ON OUTRIGHT BAJA RUSSIAN NORTHERN FOREST WIN

· Overdrive’s Varela and Gugelmin reach finish of snow rally in fourth 

· A roll pushes Dabrowski and Czachor down to 10th; victory for Finn Ampuja 

Overdrive Racing’s Tapio Suominen and Toni Nasman narrowly missed out on taking outright victory in Baja Russia Northern Forest ’15 and finished second overall behind their rival all-Finnish crew of Jouni-Matti Ampuja and Markku Antero Hurskainen.

 Snowdrifts, deep ruts and treacherous conditions made the event a real test of man and machine and a fitting way to kick start the 2015 FIA World Cup for Cross-Country Rallies.

 The Brazilian Overdrive Racing crew of Reinaldo Varela and Gustavo Gugelmin reached the finish in fourth overall, but a final stage accident cost Poles, Marek Dabrowski and Jacek Czachor, valuable time and they slipped to 10th place. Race winner Ampuja was not registered for the FIA World Cup, however, and Suominen, Varela and Dabrowski claimed FIA World Cup points for first, third and ninth overall finishes, respectively.

  “We made a good race with no mistakes and no problems,” said Varela. “We kept on the track and everything was fine. The weather conditions were better on the last stage, so we could go faster.”

 Dabrowski was a little disappointed not to finish higher: “We had a small accident. It was difficult to keep the car on the road in one of the drifts and we dropped on the roof and lost some time.”

“I would compare this with the Arctic Rally, where you can go off the track so easily,” said Suominen from Hyvinkää, in Finland. 
“I was pleased with our performance and know that I was on a competitive pace from the start to the finish.”

  “It would have been nice to take the outright win and retain the crown we took last year,” said Overdrive Racing’s team director Jean-Marc Fortin. “But our drivers performed very well and we had no problems with the cars at all in these very difficult conditions. Under the circumstances, this was a good start to a busy season for us.”

 Russian Andrey Zhigunov edged into a slender five-second lead over Suominen through the opening 9.5km Prologue stage on Friday afternoon. Dabrowski was fourth, 19 seconds behind, and Varela carded the 12th quickest time and dropped 54 seconds to the leading Russian on the slippery, snowy stage.

 Soft snow, deep ruts and slippery conditions made the opening 158km selective section demanding for the entire field, despite studded tyres, and Suominen held on to take the fastest time and the outright lead, as the route wound its way through the Republic of Karelia and close to the Finnish border, near Yartsevo.

 The flying Finn clocked the third fastest time of 1hr 48min 38sec and that pushed him into the outright lead in front of the surprise Finnish performers, Tapio Lauronen and Jouni-Matti Ampuja, who were chasing points in the Russian Championship.

 Varela was fourth and Dabrowski was seventh after a puncture in the Team Orlen Toyota. But it meant that the three-strong Toyota team was in a superb position to challenge for the win heading into Sunday’s third selective section that wound its way north towards the district of Suojärvi.

  “It was a nice special and we are going quite well,” said Suominen. “We drifted two times into snow banks and lost something like 30 seconds, but no drama. I enjoy.”

There were numerous spins, drifts and accidents amongst the chasing group. Defending FIA World Cup champion Vladimir Vasilyev clouted a rock and lost three minutes changing a wheel.

 Three crews failed to start the third 158.38km selective section and Suominen took a seven-second lead over Ampuja into the timed test. Lauronen was the early pacesetter after 34km, from Vasilyev,

Ampuja and Suominen, but Dabrowski inverted the Team Orlen Toyota and lost his chance of taking a podium finish and Lauronen’s rally ended in a ditch. Ampuja managed to stay in front of Vasilyev and Suominen to confirm the stage win and outright victory over Suominen by the margin of 1min 58sec. But Suominen’s consolation was a useful haul of FIA World Cup points.

  2015 Baja Russia Northern Forest ’15 – final positions:

 1. Jouni-Matti Ampuja (FIN)/Markku Antero Hurskainen (FIN) Mitsubishi Pajero Evo 3hr 35min 12sec
2. Tapio Suominen (FIN)/Toni Nasman (FIN) Overdrive Toyota Hilux 3hr 37min 10sec
 3. Vladimir Vasilyev (RUS)/Konstantin Zhiltsov (RUS) Mini All4 Racing 3hr 38min 17sec
 4. Reinaldo Varela (BRA)/Gustavo Gugelmin (BRA) Overdrive Toyota Hilux 3hr 44min 27sec
5. Miroslav Zapletal (CZE)/Maciej Martol (POL) Hummer H3 Evo 7 3hr 49min 11sec
6. Erik van Loon (NED)/Wouter Rosegaar (NED) Mini All4 Racing 3hr 50min 38sec
7. Andrey Novikov (RUS)/Vladimir Novikov (RUS) G-Force Proto 3hr 53min 02sec
8. Evgeny Firsov (RUS)/Vadim Filatov (RUS) Nissan 4hr 03min 55sec
9. Yuriy Sazonov (KAZ)/Arslan Sakhimov (KAZ) Hummer H3 Evo 4hr 12min 36sec
10. Marek Dabrowski (POL)/Jacek Czachor (POL) Overdrive Toyota Hilux 4hr 17min 51sec

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Dois MINI All4 Racing no início de temporada da Taça do Mundo na Rússia

• Two MINI ALL4 Racing vehicles to contest the Baja Russia 

• Challenge on ice and snow 

“Get out your warm gear” definitely is the motto for the coming weekend when the FIA Cross Country Rally World Cup is going to kick off its 2015 season. After the heat and the sand they had to cope with in the Dakar Rally, all the competitors and the two MINI ALL4 Racing pairings now will have to face coldness, snow and ice – in the Northern Forest Baja Russia (20th to 22nd February, 2015). Dutch pairing Erik van Loon / Wouter Rosegaar who finished fourth in the Dakar will make their first appearance in the Russian Baja. Meanwhile, the second MINI ALL4 Racing will be raced by the Russians Vladimir Vasilyev and Konstantin Zhiltsov who finished runner-up in last year’s edition of the event and won FIA World Cup title, at the end of the season. In the 2015 Dakar, they finished fifth.

 After the Dakar, the two vehicles were flown to Frankfurt, to have the time to prepare them for the icy adventure in the team’s headquarters in Trebur. After all, they will have to cope with completely different conditions, there. In the Dakar, you try as hard as you can to cool the engine, the differential and the gearbox as well as possible. For the event in Russia, however, the engineers and mechanics have to find solutions for making sure that these areas are kept warm enough for working flawlessly. The gearbox, for instance, needs a working temperature of 80 to 90 degree. And the drivers also need a heating instead of an air condition system. In addition, the cars are shod with spikes, providing grip on the icy and snowy track surfaces. And the mechanics will be provided with heated tents, enabling them to work on the cars at bearable temperatures.

 Venue of the Baja is the Russian republic Karelia. The service park of the event will be erected in the city of Sortavala, right at the Finnish border. The first stage will be contested on Friday afternoon – with the special stage featuring a length of 9.5 kilometres. The second and the third stages, contested on Saturday and Sunday respectively, feature a 159 kilometre special stage each.

“Last year we made our first appearance in the Baja Russia and this debut meant a lot of stress for us,” reveal X-raid GmbH CEO Sven Quandt. “After all, we didn’t exactly know what kind of impact the freezing cold would make on the MINI ALL4 Racing. This year, we travel to Russia in a more relaxed mood. For Erik, however, driving on ice and snow will represent a completely new challenge. While Vladimir already gathered experience with his MINI ALL4 racing in the 2014 edition of the event..”